20190131_220352.jpg
nome e crm-01.png
Ser médico é, para mim, acima de tudo, o compromisso que assumo com um igual, um humano, tão mortal como eu, de usar o melhor da minha ciência em prol de sua saúde e, em se tratando de saúde mental, da restauração de sua liberdade.

FORMAÇÃO

2020 | Médico Preceptor de Graduação da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

2019 | Intercâmbio de pesquisa em estratégias de neuromodulação em anedonia motivacional na Yale School of Medicine
 

2018 – atual | Formação em Psicodrama Moreniano pela Sociedade Paulista de Psicodrama – Federação Brasileira de Psicodrama


2018 – atual | Participação em grupo de estudos de psicopatologia fenomenológica

2017 – 2020 | Residência Médica em Psiquiatria no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da USP

  • Experiência em ambulatórios de neuropsiquiatria, com pacientes portadores de epilepsia, demências e outras afecções neurológicas com sintomas psiquiátricos.

  • Experiência com atendimento em psicoterapia sob supervisão de diferentes referenciais teóricos:

  • Avaliador em pesquisa clínica em psicogeriatria

  • Pesquisa experimental em novas tecnologias de neuromodulação não invasiva para uso em psiquiatria*.

  • Pesquisa clínica em neuromodulação não invasiva

2016 – atual | Médico plantonista do Hospital Vivalle de São José dos Campos

2016 – 2017 | Oficial Médico da Força Aérea Brasileira, no Centro Técnico Aeroespacial – DCTA, de São José dos Campos – SP

2011 | Intercâmbio de pesquisa em imunologia na Harvard School of Public Health

2008 – 2015 | Graduação em Medicina na Faculdade de Medicina da USP

  • Experiência com pacientes gravemente enfermos

  • Experiência com manejo farmacológico de dor crônica.

Análise do Comportamento (“terapia comportamental”)

Psicoterapia Dinâmica Breve (uma variante da psicanálise)
Psicodrama (uma terapia de orientação existencialista que utiliza conceitos psicanalíticos e, às vezes, técnicas do teatro)

969417_375878439199677_1307393_n.jpg
Desmonte-Faculdade-Medicina-USP.jpg
Yale-01.png
Harvard-01.png

SOBRE O SÍMBOLO

Não foi por acaso que escolhi a Árvore de Hipócrates como símbolo da minha prática. O Pai da Medicina, alguns 2500 anos atrás, ao ensinar sob a sombra desse plátano, empreendia uma revolução. Pretendia conhecer as causas naturais das doenças e tratar seus doentes com banhos e dietas. Não era sacerdote, nem limitava seus serviços aos reis. Suas curas não eram mágicas. Era apenas um homem, com fé na ciência e amor pela humanidade.

SOBRE O SÍMBOLO

BLOG